A rapariga que sonhava com redes de pesca

A rapariga que sonhava com redes de pesca hoje lacrimejou. Acordou com coração em sobressalto e sem aparente motivo algum, simplesmente chorou. Como um lavar de alma de pensamentos desconexos em sonhos. Perguntava-se por que chorava?, Não tinha resposta e deixou-se ficar nessa forma de expressão pouco enxuta. Recordou com saudade quando se quedava na cama junto ao colo fofinho e simplesmente chorava enquanto a mão amiga lhe afagava os coracóis. E perguntava: ” Mas por que choras tu tanto, rapariga?”. Talm como hoje, a rapariga teria respondido :”Não sei.”

moinho mare mourisca 021

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s