Dias de Luto em Setúbal

Para quem conhece como vizinhança a realidade, torna-se muito difícil ter opinião sobre estes casos. Difícil haver culpados, vítimas na realidade destes bairros socias. Muitas durezas. Muitas vidas à margem. Uma certeza, 18 anos é muito cedo para se morrer. A última coisa que faz falta é a comunicação social e as asneiras que tem se ouvido nos telejornais.

Governo, onde andas tu? A ti não te ouvimos dar os pesâmes às familias. Divertem-se com estas imagens de violência, de falta de (re) integração? Insegurança ou falta de saídas para tanta gente boa? Que reine o medo, que é o que vos dá jeito.

Para todos os jovens setubalenses: